terça-feira, 22 de agosto de 2017

Veleiros afundam.
Pressiono minha pálpebra com o polegar,
Para não ver a noite cair.
Minha vida à deriva,
Como um feto abortado que naufragou pernas abaixo.
Apenas a vela flamula antes das bolhas virem à tona.

Rodrigo Chagas

22/08/17.

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Divag-@-ções:



Assim como a morte,
O amor será inevitável,
O fim.

Assim como a morte,
No amor será inevitável,
O fim.

Assim como
na morte,
O amor será inevitável,
O fim.

Assim como
na morte,
No amor será inevitável,
O fim.

A morte,
O amor,
O inevitável
Fim.

A morte,
O amor,
O fim
Inevitável.

Rodrigo Chagas
17/08/17.

sexta-feira, 9 de junho de 2017

O homem que
conta as horas
ali sentado,
me observando,
fitando...
não é Deus,
nem a morte,
mas dependo
dele...
cada minuto
a menos trabalhado
é pior p/mim.
"As coisas sempre
foram assim meu
filho, acostume-se"...
Vovó já dizia.
& o fluxo do universo
continua jorrando...
O homem que conta
as horas fala que
é hora de ir embora.
No ônibus socado até
a porta,
penso na garota ruiva
da 4a série & suas
veias azuis sob sua
bela - e pálida - pele.
Quantas
horas
o homem
contabilizou P/ela?

Rodrigo Chagas
09/06/17.

domingo, 16 de abril de 2017

Lábios Leporinos Que Eu Beijei


Divididos
Assim estávamos
Nós...
Eles,
Teus Lábios...
Desencontrados...
Juntamos-nos, 
como linhas...
pontos...
Tão doce...
Estrangeiro
num mar de bocas normais
lá estava o seu...

Mãos que eu afoguei
numa noite de são joão,
n´um copo de bar...
senti teu gosto, 
na ponta dos dedos...

lábios
teus
- leporinos -
quando eu beijei...

Separados...
assim se foram,
quando os encontrei...

Rodrigo Chagas
16/04/17

quinta-feira, 9 de março de 2017

Se ainda é cedo amor (+ 1 idéia pra uma letra de música)


Se ainda é cedo amor
o que fazes acordada?
vamos nos abraçar
antes de irmos 
pra labuta...

dizem que a vida é bruta,
os homens construíram
seus torpes impérios
socando outros,
dizendo impropérios...

homens não sabem tratar 
com igualdade as mulheres
eu tento não ser o pior,
procuro ser um pouco melhor...

se ainda é cedo amor,
volta um pouco
andes de irmos
pra o que eles 
chamam de vida,
embale-me um pouco,
em teu belo colo,
por favor querida...


Ps.: Creio que essa idéia de letra eu tive em 03/03/13.
Quem me conhece sabe que sempre compus em inglês e escrevo poemas em portuga, porém deu-me umas vontades de escrever umas letras no português pra quem quiser musicar.


sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

O Verme (Outra idéia de letra pra música)



Vem ver-me verme
& desfaça
minha existência
em seu estômago.

Deixar de existir
não causa em mim
nenhum incômodo
pra viver entre
racistas
prefiro fazer
como o velho
trapezista
e pular
pra fora
do picadeiro.

Não é um discurso
derrotado
se vc entedeu assim
estás enganado
interpretou errado.
Apenas cansado
deste velho mundo
acabado.

Sentirei saudades
das tardes apertadas
com velhos camaradas
degustando
o por do sol
na praia da penha
assistindo a neblina
ir & vir.

Ps.: Creio que essa idéia de letra eu tive em 02/07/13.
Quem me conhece sabe que sempre compus em inglês e escrevo poemas em portuga, porém deu-me umas vontades de escrever umas letras no português pra quem quiser musicar...o começo dessa letra é de um poema que fiz há tempos...sem data...pelo menos uns 16 anos creio eu.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Hebreus (+ 1 outra idéia pra fazer uma letra de música).

Após a morte
o julgamento,
após o julgamento
a morte,
não me importo
estou condenado
a minha própria
sorte.

O mundo mudou,
mas continua o mesmo
novas idéias
são velhos segredos.

Ps.: Creio que essa idéia de letra eu tive em 13/02/13.
Quem me conhece sabe que sempre compus em inglês e escrevo poemas em portuga, porém deu-me umas vontades de escrever umas letras no português pra quem quiser musicar...tenho postado essas letras em portuga (e não as milhares que tenho em inglês), porque o blog é na língua portuguesa...e escrevo pouco e tinha quase um ano sem atualizar, pra não ficar as traças, venho postando...e gosto delas de alguma forma.